Desejamos autoconhecimento, mas não acolhemos nossas diferenças

Você se pergunta: como assim somos diferentes? Você já teve ou vive um dilema interno de buscar ser igual a alguém? Talvez porque você não gosta muito do seu jeito e acaba se iludindo que fulano ou ciclano estão agindo de um jeito que seria o ideal. Temos grandes vilões nesse processo de autoconhecimento, sempre busco incentivar nos meus textos a geração de consciência e auto percepção nesse processo de desenvolvimento pessoal. Passamos diariamente por grandes desafios que nos bloqueiam e impedem de amar nossas diferenças.

daniel-h-tong-264918_Easy-Resize.com

– O social, esse que estamos inseridos e que vem permeado de comparações, padrões de como devemos ser, ter e fazer. Trazem fórmulas “perfeitas” de como ser alguém igual aos padrões ditados de beleza e social. Busca trazer uma zona se normalidade, ou seja, para ser feliz precisa ser igual a alguém. Somos tão diferentes um do outro, que tentamos a todo tempo desvalorizar nosso jeito para ser algo idealizado e influenciado.

– Idealizações, também conhecida como a tal da expectativa. O social cria e a nossa mente idealiza esse padrão, onde todos precisamos ser iguais e só assim seremos bem desenvolvidas. Talvez você acredite que precise ter algo material ou físico para ser alguém amado.

david-charles-schuett-363769_Easy-Resize.com

Esses motivos são combustíveis que nos impossibilitam de perceber nossas diferenças, aquelas que existem para fazer a diferença no mundo. Estamos colocando diariamente nossos julgamentos por gênero ou mesmo cores, para justificar a nossa indiferença de não reconhecer o quanto somos distintos. Essa intolerância contra o outro, é pura falta de compreensão interna.

rawpixel-com-442650_Easy-Resize.com

Vamos refletir junto: O que você tem de diferente que pode trazer para fora e expor nas suas relações? O que você tanto esconde de si mesmo? Esconde tanto, que ás vezes até esquece que isso te configura. Pense aí, liste quais são seus diferenciais. Porque as pessoas escolhem estar ao seu lado? Peça feedbacks para pessoas que você confia e ouça-os, tantos os positivos quanto os negativos, sem buscar justificativas. Essas percepções são grandes auxiliadoras no seu autoconhecimento. Se permita acolher suas diferenças, ame-as, busque desenvolvê-las e se perceba nelas. Quanto mais você se aproximar da sua verdade, mais você irá compreender o quão belo você é. Dê o primeiro passo e rompa com as suas crenças, o seu social e as suas idealizações, busque por menos fantasia e mais realidade no seu dia a dia. Crescer exige coragem para encarar suas verdades. Bora fazer a diferença!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *