Nem toda expectativa que reluz é ouro!

3a9a00b8bd51a92276fef46b3f8d90b0

Você já ouviu falar dessa tal de expectativa? Essa que criamos a todo momento, acreditando nela de tal forma que a colocamos em lugares até em pessoas, em ambas as situações isso nos magoa. É interessante falarmos de como ela está tão presente em nossa vida, e de repente a deixamos escapar por entre os dedos sem nem nos darmos conta. Quando nos damos conta, estamos frente a frente com a expectativa, ora muito boa, ora sem sentido, e isso nos gera frustração.

daf1274ebef87f5da84dc6b5c83a708b

Penso que devemos refletir em como ela surge e porque a criamos com tanta facilidade. Nem toda expectativa que reluz é ouro. Porque?  Como aquele ditado popular “nem tudo que reluz é ouro”, a expectativa tem certa semelhança. Por vezes damos mais valor à expectativa do que à realidade, viajamos nela e sem perceber estamos vendo só o desejo pela realização, nos esquecendo do presente. Para auxiliar nossa reflexão, pense num momento que criou expectativa. E aí, lembrou?

A expectativa nos movimenta em direção a acreditar internamente no que sentimos, para então projetarmos o que não aconteceu. Acredito que isso seja fruto de um sonho, de um grande desejo que surge. Ela também vem carregada de ilusões que criamos naquilo que acreditamos, o aumento dessas ilusões as vezes é o desejo de estarmos vivendo o que projetamos de forma “perfeita”, sem compreender o passo a passo.  É muito importante termos nossos sonhos e projetos, mas se essa expectativa lhe fizer não ver mais nada a sua volta é um sinal de que estás perdendo a realidade do agora. A expectativa é sim algo que nos movimenta, dá vida, renova e vem de mão dada com o nosso íntimo. Porém, como todos os nossos sentimentos, é preciso percebê-lo, senti-lo e observá-lo de perto!

30adcca104b737818868897ca6947af7

O perigo surge quando colocamos a expectativa no outro, nos cegamos e deixamos esse alguém conduzi-la. Temos a doce ilusão que outro trará o que desejamos internamente, mas esse sentimento tem que partir de você. Acredite em si mesmo, a relação com o outro lhe mostrará como lidar com a tal da expectativa. E essas experiências servem para que possamos nos experimentar dentro desses dilemas. O que mostrará para você a verdade é a experiência de relacionar-se com o outro. Crie expectativas para lhe impulsionar, viva realidade e a experiência, deixe-se guiar por elas, pelo que você vive quando está no presente. Porque quando chegar o futuro, aí então você estará super presente!

 

Quando o amor que buscamos é amar a nós mesmos!

55c0f32ec3df1d27bc919dc1ced53fa3

Quantas vezes você já buscou amar as pessoas esperando que elas lhe amassem? Você lembra-se de algum acontecimento assim ou costuma fazer disso uma rotina? Vivemos uma grande busca para encontrar um amor externo que nos represente, e passamos fazendo isso em nossas relações.  Você já se sentiu dessa forma? Se a resposta for sim, você não é o único porque por muito tempo me senti assim, e ainda me sinto ás vezes.

Acredito que o nosso maior conflito é perceber e acreditar. O fato de buscar nosso amor próprio no próximo é a mais pura verdade e realidade.

O que não nos contaram essa é que essa forma de nos relacionarmos é real, até o momento de ocorrer um conflito interno. Antes de acharmos um culpado, é preciso refletir sobre as relações que buscamos. Na maioria das vezes buscamos acreditando que seremos amados, quando nos envolvemos, esse amor não acontece. Qual o motivo disso?

Porque passamos a vida toda acreditando que iremos encontrar no outro, um amor que nos represente. O detalhe é que essa representação está dentro de você. As relações que criamos servem para nos percebermos, relacionarmos, fluirmos e evoluirmos, são nelas que podemos ser nós mesmos e podemos ver o outro. Tudo isso gera muito aprendizado, mas o que dificulta esse processo de busca é acreditar que as nossas respostas estão no outro.

2e7e9f6366fb350ba97b2c6bca9403ae

O problema acontece quando o outro não nos devolve o que esperávamos.

Esse é o nosso risco, depositar no outro a responsabilidade de nos resgatar ou mostrar o nosso amor próprio. Penso que sempre existirão desafios em nosso viver, mas o que faz a diferença é você estar consciente ao que lhe acontece. Outra precipitação é acreditar que a busca desse verdadeiro amor é fácil, e está por ai. A melhor noticia é que ele se encontra dentro de você, o caminho para encontrá-lo é constante e requer silencio, respeito a si mesmo e principalmente aceitar a sua forma imperfeita sem julgamentos.

Estar ciente de que cometemos erros sim, fazemos tantas escolhas que julgamos erradas e sim  nos culpamos, por não aceitar o erro. Mas de qual erro estou falando? De sermos imperfeitos. Quando nos compreendemos isso nos leva a acessar o amor internamente e aprendemos a não julgar a nós mesmos. Esse amor resgata a nossa verdade de amar.

 

4f73448aede9d777a4ae61f3521ca4c8

Aceitando a nossa imperfeição deixamos fluir, sem neuras, porque onde houver perfeição existe julgamento e é aí que perdemos esse amor por nós mesmos. Pode não fazer sentido para você, mas desejo que em algum momento possas encontrar dentro de si mesmo esse amor, que ele floresça e ache cada vez mais espaço dentro de você. Assim, quando vamos nos relacionar com o outro, será uma linda experiência, agora baseada na sua verdade, porque aí você poderá ver o outro. Agora que encontrou uma parte do seu amor dentro de você, será capaz de ver o outro sem colocar nele a responsabilidade de lhe achar.

Permita-se, caminhos fáceis todos querem, busque aquele que faz sentido para você!

 

 

Cinco sintomas que indicam se estamos distante da nossa essência

8c59e32b1ab109dee173c7d461d98cca

Há momentos em que nos sentimos distantes dos nossos objetivos, sonhos e até de nós mesmos e de nossa essência. Você já se sentiu assim? Pois é, mas afinal, o que é essa tal “essência”?

Segundo o dicionário; essência é o mais básico, o mais central, a característica mais importante de um ser ou de algo.

Outro significado: “No âmbito da filosofia e da metafísica, a essência de alguém são os elementos característicos do ser, como a racionalidade, por exemplo, que faz parte da essência do ser humano”.

Penso que, para encontrarmos a nossa verdadeira essência, iremos enfrentar momentos de encontro e desencontros com a nossa verdade.  Esses movimentos são bem comuns, o que importa nesse momento é perceber que isso está acontecendo, às vezes precisamos nos perder para nos encontrarmos. Existem alguns sinais que podemos observar para estar sensível á essas descobertas:

1 – Estar alienado, vivendo conectado com as redes sócias ou relacionamentos que nos limitam. Isso é muito fácil acontecer conosco, principalmente porque hoje temos informações o tempo todo e às vezes desejamos olhar somente para uma coisa, evitando as mudanças. Quando cito “alienação” me refiro a viver em função dela, estar conectados de uma forma que não percebemos o que está se passa a nossa volta.

00679d8f5b22dcfb8dc32b37d2e40cb4

2- Assumir brigas das outras pessoas, e essa é aquela que mais amamos estar! Quandoassumimos a briga ou dor do outro, esquecemos dos nossos dilemas. Esse é um movimento comum, não se culpe, é preciso refletir sobre o fato de adquirimos a dor do outro. Isso acontece porque acreditamos que o outro também fará isso conosco.

3 – Fofoca, o ardiloso da historia. Pense que, se estamos alienados, assumindo briga dos outros, a fofoca é um mero detalhe. A questão aqui é que estamos completamente desconectados de nossaessência e conectados no externo, no que está fora de nós. A fofoca é algo às vezes fazemos sem perceber ou intencionalmente, mas quando nos damos conta a confusão está feita.

4 – Irritação. Sabe o que é melhor? A irritação que acreditamos ser com o outro, na verdade é conosco mesmo. Devido ao fato de estar gerando comportamentos às vezes não percebemos, e issoé um ótimotermômetro para nos situarmos e avaliarmos que o que está se passando fora é um reflexo interno.

5 – Sensação de vazio.Se você chegou até aqui, significa que estamos trilhando um ótimo caminho em direção ao motivo de sua angústia! Essa que nos movimenta e nos sacode para encontrarmos a tal da essência.

0cee2188807d2f578523252817e0477f

Acredito que é necessário, perder-se para encontrar-se, é preciso sentir-se vazio ao ponto de identificar a angústia. E agora que você as encontrou, compreenda o porquê disso. Tenho certeza, tem muita verdade da sua essência desejando existir! O nosso maior medo é de sentir tudo isso e não saber o que fazer. Se isso acontecer com você e levar-te a abandonar a jornada, então irá sentir-se perdido outra vez, mas não se preocupe, porque quando voltar para esse ciclo estará mais forte que antes. Esse é o movimento de existir, até você se encontrar novamente. Então, permita-se viver a sua verdade!

Somos super-heróis em constante angústia

hinfekhbafbgknpn

Acreditamos tanto em nossas fantasias que ásvezes chegamos a imaginar que somos super-heróis, onde os superpoderes poderiam resolver os nossos problemas.Doce ilusão a nossa, e mesmo se fôssemos, viveríamos em constante angústia. Nos assemelhamos a esses seres irreais porque, como eles, muitas vezes não sabemos como agir, temos que fazer escolhas para conseguir sermos nós mesmos. Durante a jornada do herói , é certo sempre enfrentarem os problemas sem ter a certeza se irão conseguir vencê-los, porém sempre tiram uma bela lição no final.

Penso que não somos muito diferentes da ficção,nossas angústias nos representam da mesma forma. O problema está em acharmos que, por não temos superpoderes não damos conta de enfrentá-las.

Criamos uma barreira entre o que estamos sentindo e os valores externos, ou seja, o meio social que vivemos. A grande ilusão é quando insistimos em acreditar nos valores externos,deixando serem maiores do que aquilo que estamos sentindo internamente. Ao valorizarmos o externo, levado pelas crenças da grande maioria das pessoas que nos rodeiam, deixamos de fora o valor interno. Quando fazemos isso, encontramos a danada da angústia, nos perdemos, confundimos, acreditamos que não é possível e por fim, desistimos.

00ec66b6f7159686edcf1ff84cac2a8f

Não somos super-heróis, mas temos angústias  e somos humanos imperfeitos. Esse mundo que criamos e forçamos a acreditar não tem nada  a ver com o que sentimos internamente. Acredite no que te movimenta internamente e isso lhe trará paz. Momentos de angútia como esses, são um belo combustível para você se compreender e chegar a respostas sobre si mesmo.

Existem duas formas de angústia: Aquela que sentimos, acessamos, chegamos a uma resposta e encontramos paz; ou aquela que você sente, nega e finge não ver. No segundo caso, a mesma lhe persegue até que você consiga compreendê–la e enfrentá-la. Para isso não é necessário ser dotado de superpoderes, mas de coragem para assumir  os riscos em rumo ao desconhecido.

dejjdpkojcaobhlj

Os super-heróis dos desenhos e seriados são assim, enfrentam seus sentimentos, o medo, passam pela dor, são tomados de dúvidas para encontrar a sua verdade. Independente do resultado final, o importante é perceber que a forma de sentir e viver é somente seu,único.No começo irá parecer um caminho sem volta, mas quando a angústia aparecer, enfrentá –la é a melhor escolha. Você só saberá o resultado disso vivendo, e a paz de ter se permitido, essa não tem preço que pague!

PERMITA-SE!